breve tempus

momentos na cultura antiga

sábado, janeiro 27, 2007

Teógnis - Basta de hipocrisia...

Não me ames com palavras, tendo noutro lado mente e coração,
se me amas e se fiel é a tua intenção.
Ama-me com mente pura, ou então rejeita-me
e odeia-me e opta pelo conflito aberto.


Teógnis vv. 87-90 – Traduzido por Frederico Lourenço em Poesia Grega de Álcman a Teócrito da Cotovia.


A hipocrisia é tão velha quanto a espécie humana. Provavelmente surgiu antes de o homem dominar a fala. Teógnis de Mégara (séc. VI a.C.) é um raro exemplo de poesia elegíaca grega arcaica que chegou até nós. Nestes quatro versos deixou-nos a sua vontade de se libertar do véu obscuro da hipocrisia.

Etiquetas:

2 Comments:

At 4:31 da tarde, janeiro 29, 2007, Anonymous Alcebíades José disse...

Bonito...
É incrivel ver como o amor é e será o temas mais actual.
Talvez porque não se possa viver sem ele, talvez porque reside nele o nosso lado mais animal..
Gostaria de te pedir amigo Manel, para continuares a presentear-nos com estas perolas da poesia classica.

 
At 9:59 da tarde, fevereiro 01, 2007, Blogger Susana Alves disse...

Este Teógnis é mesmo um radical!
ehehehe!!

 

Enviar um comentário

<< Home